anata

Anatá (contos gratuitos para ler no Clube)

“O significado de uma existência.”

 

Conto: Anatá

Autor: B. Craus Nantai

Gêneros: Drama

 

divisoria

 

Meu nome, Anatá*. Disseram-me uma vez que ganhei este nome por eu representar você, leitor. Mas que coisa ridícula. Dá-se a alguém o nome de “você”? Não tenho então um “eu”? Não sou alguém?

Por que estou aqui?

 

“Você representa a dor e a felicidade dos outros”

 

Mas então, foi por isso que nasci? Não tenho um sonho?

 

“VOCÊ tem um sonho?”

 

Sim, quero ser eu mesma.

Ando pelo mundo, e só vejo escuridão. Poucas estrelas iluminam meu caminho, e em seguida, se apagam. O sol por vezes aparece, mas quem me acompanha é sempre a lua.

 

“Você é o próprio sol”

 

Foi o que me disseram. Mas por que não sinto meu próprio calor? É como se eu caísse constantemente, tropeçasse, e então sentisse o forte baque de chegar no fundo. Bem no fundo.

 

“É doloroso?”

 

Sim… Sinto a dor dentro de mim. Ela arde, corrói. Arranca-me lágrimas que não sabia que ainda existiam em meu ser. Desenterram verdades que tentei ocultar há tempos.

Mas continuarei caminhando. Hei de descobrir o que as pedras deste longo caminho tanto tentam me mostrar.

 

***

*Anatá: palavra em japonês que significa literalmente “você”. Mas pode também significar “querido”, uma forma carinhosa que esposas tratam os maridos.

 

 

divisoria

 

Os direitos autorais deste conto são inteiramente reservados ao autor! É proibido copiar ou reproduzir por qualquer meio sem prévia autorização.

 

Se você gostou deste conto e quer um gostinho a mais do talento de B. Craus Nantai, clique aqui.

Redes Sociais de B. Craus Nantai

Twitter
Página do Facebook
Site Oficial

Leia mais contos de membros do clube clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *